Atualmente é indiscutível a necessidade do uso das ferramentas do marketing nos negócios, independente de pequenos, médios ou grandes uma coisa é fato para todos: Se você não for visto, e bem visto, logo se tornará esquecido.

Mas dentro da arquitetura e design de interiores é preciso ir além, pois é totalmente possível se perder dentro dos afazeres do dia a dia e não dar a devida atenção ao marketing profissional. Isso vai além dos contatos e do Networking, pois o marketing em si, independentemente da plataforma utilizada, faz com que seu nome ou empresa seja visto por novas pessoas, criando assim possibilidades, fora da sua bolha.

Mas como aplicar o marketing com maior eficiência neste ramo?

Bem, uma coisa é certa, não é fácil e muitas vezes vamos precisar de alguém para nos ajudar. Entretanto, é possível seguir alguns métodos para que se tenha um melhor resultado:

1 – Use suas redes sociais ao seu favor: Escolha como deseja se comportar nas redes sociais de acordo com o público que deseja cercar. Por exemplo: se por acaso você é um arquiteto que presta consultoria ou ensina outros arquitetos a se destacarem no mercado, é necessário trazer um viés didático e empresarial para suas redes sociais, falando sobre assuntos que interessam seu público e fugindo do previsível. Dessa forma, você cria autoridade sobre os assuntos que aborda e logo se tornará referência para seu público-alvo. Agora, se você deseja atender clientes finais que procuram por um projeto de arquitetura ou de design de interiores, atente-se a não criar conteúdo para outros arquitetos e sim para pessoas que precisam de você, até por que quem vai comprar de ti não vão ser os colegas de profissão, não é mesmo?

2 – Dê relevância ao seu nome: Você já deve ter procurado por grandes nomes do mercado na internet e logo se deparou com estes profissionais com matérias publicadas em grandes livros ou mostras de design de interiores como o Anuário EliteDesign e a Mostra EliteDesign, não é mesmo? E sabe o que o cliente pensa quando procura o seu nome e encontra NADA relevante ao seu respeito? Isso mesmo, ele sente menor segurança sobre o seu trabalho. Ter outros veículos de comunicação, trazendo relevância e reverenciando seu trabalho, é essencial para que um possível cliente se sinta seguro com sua contratação. Ou seja, mesmo o mundo se tornando cada vez mais digital, um livro impresso, por exemplo, que te destaca de outros profissionais, traz mais holofotes para você e o tira do meio da multidão, ressaltando sua capacidade e potencial como profissional.

3 – Tenha um site: Parece besteira, mas com as redes sociais e seu dinamismo é difícil muitas vezes acessar o perfil de um profissional e ter uma visão objetiva sobre seu trabalho. Muitas vezes, o site poderá ser usado para direcionar seus clientes para conhecer seu trabalho mais a fundo, uma vez que as redes sociais deixam tudo muito superficial e abstrato. Somente em seu site você conseguirá apresentar um projeto do começo ao fim em seus mínimos detalhes e é importante que se tenha este cuidado pois dentro do funil de vendas este é o último estágio antes do cliente entrar em contato com você.

Etapas de um funil: Direcionamento através da necessidade > Captação de Leads > Nutrição de Leads com conteúdo > Sinal de compra > Pesquisa > Abordagem.